Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre relações ecológicas interespecíficas

As relações ecológicas entre seres de diferentes espécies de uma comunidade biológica são muito diversificadas.


Por Paula Louredo Moraes
  • Questão 1

    (UFLA-MG) Há alterações ambientais (como por exemplo, as práticas de cultivo) que têm como consequência a perda de nutrientes (substâncias responsáveis pela nutrição das plantas) no solo. Esta perda é reduzida com o plantio de leguminosas que auxiliam na fixação do nitrogênio no solo. Que tipo de interação entre espécies está envolvida nesta relação?

    a)      Mutualismo.

    b)      Competição.

    c)       Predação.

    d)      Parasitismo.

    e)      Amensalismo.

    ver resposta


  • Questão 2

    (Unifesp) A raflésia é uma planta asiática que não possui clorofila e apresenta a maior flor conhecida, chegando a 1,5 metro de diâmetro. O caule e a raiz, no entanto, são muito pequenos e ficam ocultos no interior de outra planta em que a raflésia se instala, absorvendo a água e os nutrientes de que necessita. Quando suas flores se abrem, exalam um forte odor de carne em decomposição, que atrai muitas moscas em busca de alimento. As moscas, ao detectarem o engano, saem da flor, mas logo pousam em outra, transportando e depositando no estigma desta os grãos de pólen trazidos da primeira flor. O texto descreve duas interações biológicas e um processo, que podem ser identificados, respectivamente como:

    a)      Inquilinismo, mutualismo e polinização.

    b)      Inquilinismo, comensalismo e fecundação.

    c)       Parasitismo, mutualismo e polinização.

    d)      Parasitismo, comensalismo e fecundação.

    e)      Parasitismo, comensalismo e polinização.

    ver resposta


  • Questão 3

    Marque a alternativa que contém informações incorretas.

    a)      No predatismo, um organismo (predador) mata outro (presa) para se alimentar, sendo esse um fenômeno muito frequente na natureza.

    b)      O inquilinismo é a relação em que uma espécie “inquilina” vive sobre ou no interior de uma espécie hospedeira, sem prejudicá-la.

    c)       A protocooperação é um tipo de relação ecológica em que as espécies associadas trocam diversos benefícios, não podendo de forma alguma viver isoladamente. 

    d)      No Amensalismo, uma espécie é prejudicada sem que a outra seja afetada.

    e)      No parasitismo, uma espécie parasita a outra, causando prejuízos à espécie parasitada.

    ver resposta


  • Questão 4

    As afirmativas abaixo apresentam diferentes relações interespecíficas entre os seres vivos.

    I)   O fungo fornece água e sais minerais retirados do meio para a alga, que fornece ao fungo as substâncias orgânicas que produz.

    II)  O leão mata e devora a sua presa para se alimentar.

    III) As orquídeas, para conseguirem luz, prendem-se com suas raízes ao tronco e aos ramos altos das árvores.

    IV) As rêmoras prendem-se ao corpo dos tubarões para se alimentarem dos restos das presas caçadas pelos tubarões.

    As relações descritas nesses itens são classificadas, respectivamente, como:

    a)      Inquilinismo, predatismo, mutualismo e comensalismo.

    b)      Predatismo, comensalismo, mutualismo e inquilinismo.

    c)       Comensalismo, predatismo, inquilinismo e mutualismo.

    d)      Mutualismo, predatismo, inquilinismo e comensalismo.

    e)      Mutualismo, predatismo, comensalismo e inquilinismo.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    letra a

    O mutualismo é uma relação interespecífica onde os participantes se beneficiam e mantêm relação de dependência. Nas raízes das leguminosas, encontramos bactérias que fixam o nitrogênio do solo, repassando-o para a planta. Nessa relação, os dois organismos saem ganhando, pois a planta recebe nitrogênio, fazendo com que ela se desenvolva melhor e as bactérias recebem abrigo e proteção.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    letra e

    Para entendermos porque a letra e é a opção correta, vamos verificar o conceito de parasitismo, comensalismo e polinização.

    - Parasitismo: o parasitismo é uma relação em que uma espécie (parasita) se utiliza de outra espécie (hospedeira) como forma de obter alimento. Esse tipo de relação causa prejuízos à espécie hospedeira. No caso da raflésia, ela parasita outra planta, da qual retira água e os nutrientes de que necessita para a sua sobrevivência. 

    - Comensalismo: relação que ocorre entre duas espécies diferentes, caracterizando-se por ser benéfica para uma espécie sem gerar dano à outra espécie envolvida. As moscas, atraídas pelo forte cheiro que a raflésia exala, acabam mantendo uma relação de comensalismo com a flor, pois nenhuma das duas espécies se prejudica, mas apenas a raflésia se beneficia.

    - Polinização: é a transferência de grãos de pólen de uma flor para o estigma da outra, propiciando a fecundação. Quando a mosca pousa em uma flor, os grãos de pólen dessa flor se prendem à mosca, que ao pousar em outras flores, promoverá a polinização da espécie.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    letra c

    A protocooperação, também conhecida como cooperação ou mutualismo facultativo, é uma relação ecológica em que as espécies associadas se beneficiam mutuamente, porém ambas também conseguem viver isoladamente.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    letra d

    Mutualismo: relação em que os participantes beneficiam-se mutuamente e mantêm relação de dependência. Na alternativa I, tanto o fungo quanto a alga se beneficiam e não há nenhum prejuízo para as duas espécies.

    Predatismo: essa relação ecológica que frequentemente envolve indivíduos pertencentes a diferentes níveis tróficos ocorre quando o predador alimenta-se da presa. Na alternativa II, o leão (predador) mata e devora a sua presa para se alimentar.

    Inquilinismo: relação ecológica que envolve organismos de diferentes espécies.  Nesse tipo de relação ecológica, uma espécie tida como “inquilina” vive sobre ou no interior de outra espécie tida como “hospedeira”, sem haver dano para nenhum dos envolvidos. Na alternativa III, as orquídeas prendem suas raízes nos galhos mais altos das árvores apenas para conseguirem a luz do sol, não causando nenhum tipo de prejuízo à árvore.

    Comensalismo:ocorre quando duas espécies se associam e apenas uma delas se beneficia, sem que ocorra prejuízo para a outra. Na alternativa III, as rêmoras prendem-se aos tubarões beneficiando-se dos restos de alimentos deles sem causar prejuízos ao tubarão.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • segunda-feira | 05/05/2014 | Alisson

    Acertei todas. Ótimas questões. Mas poderiam dificultar mais um pouco.

  • quarta-feira | 23/04/2014 | Amanda

    Muito bom, bem explicativo. Adorei!

  • quarta-feira | 05/06/2013 | Thaynara

    Obrigada foi muito útil *---*





Brasil Escola nas Redes Sociais