Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre os Conflitos na África

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre os Conflitos na África e veja a resolução comentada.


Por Wagner de Cerqueria e Francisco
  • Questão 1

    Quais os principais fatores responsáveis pelos conflitos no continente africano?

    ver resposta


  • Questão 2

    PUC/RIO

    "O continente condenado"

    "África em chamas"

    As manchetes que atualmente são publicadas sobre a África, como as apresentadas acima, expressam o trágico quadro socioeconômico desse continente. Assinale a opção que NÃO inclui um aspecto desse quadro.

    a) A baixa expectativa de vida de grande parte da população.

    b) O número significativo de africanos contaminados com a Aids.

    c) Os conflitos e guerras tribais envolvendo nações africanas.

    d) As guerras civis estimuladas pelas potências imperialistas europeias.

    e) O contingente de africanos fora de seus países de origem, em busca de trabalho.

    ver resposta


  • Questão 3

    (UFRR) “Até o final da década de 80, existiam na África treze conflitos regionais (Angola, Etiópia, Libéria, Sudão, Chade, entre outros). Um ano depois, esse número diminuiu para seis, diante dos altos custos de sua manutenção. Com o relaxamento das tensões EUA-URSS (distensão), os países africanos também deixaram de ser o desencalhe de armas convencionais dos dois países. Entre 1984 e 1987, as despesas militares diminuíram de 5,2% do PNB, acumulado dos países em conflito para cerca de 4,3%. O cenário que resulta é desolador. Destruição econômica e destruição social, com a disseminação da fome e da epidemia da Aids.”
    (OLIVA, J. e GIANSANTI, R. Espaço e modernidade: temas da geografia mundial. São Paulo: Atual, 1995).
    Os conflitos existentes na África, juntamente com a fome e as epidemias, são elementos que constituem o triste cenário deste continente. Entre as explicações para compreendermos a existência dessas intermináveis guerras regionais, podemos apontar que:

    a) A atual disputa pelo potencial mercado de alimentos impulsiona as grandes potências africanas a investirem maciçamente na produção e venda de armamentos.
      
    b) O continente africano exerce importante papel estratégico nas relações políticas e ideológicas entre os países que compõem os blocos econômicos mundiais.

    c) Os conflitos ocorrem por conta do interesse de diversas tribos, em constituírem um espaço comum africano para agregar as diversas comunidades em um mesmo grupo étnico-linguístico cultural.
     
    d) As atuais fronteiras foram traçadas pelos colonizadores europeus sem respeitar a antiga organização tribal e a distribuição geográfica das etnias no continente.

    e) As comunidades étnicas optaram por entrar em conflitos armados, estimulados pela inserção do capitalismo neoliberal e, principalmente, por conta dos diversos produtos industrializados disponíveis nos mercados africanos.
     

    ver resposta


  • Questão 4

    Assinale a alternativa que reflete as condições sul-africanas:

    a) Com o fim do Apartheid, vários países europeus romperam relações com a África do Sul, o que provocou uma forte crise econômica.

    b) A ascensão de novos países emergentes como a Nigéria, tem provocado problemas sociais e econômicos à África do Sul.

    c) Após um “boom” de crescimento pós-Apartheid, a África do Sul tem apresentado vários problemas que se refletem na sociedade local.

    d) O fraco crescimento econômico do país é um obstáculo à absorção dos negros no mercado de trabalho.

    e) O fim da política do Apartheid não conseguiu ainda promover de forma significativa a inclusão dos negros na economia.

    ver resposta


  • Questão 5

    (Unifap) A partilha do continente africano no final do século XIX pelos colonizadores europeus, criou as chamadas fronteiras artificiais. Grande parte destas fronteiras foi mantida após o processo de independência dos países africanos. Com base nesse contexto e nos conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar o que se segue.

    (01) A definição de fronteiras artificiais refere-se ao fato de que diversas nações e grupos étnicos, muitos deles rivais, foram colocados dentro de um mesmo território colonial, não respeitando as suas diferenças.

    (02) Com o processo de descolonização da África e a manutenção das fronteiras artificiais, intensificaram-se os conflitos pela disputa entre as etnias sobre o território.


    (04) Dentro dessas fronteiras artificiais, no período entre as Grandes Guerras Mundiais, os Estados Unidos e a União Soviética, interessados em aumentar sua influência no continente africano, financiaram e estimularam os conflitos.

    (08) Além das fronteiras artificiais, outros fatores que têm motivado os conflitos dentro do território africano são os de ordem socioeconômica (pobreza e epidemias) e ambiental (desertificação e estresse hídrico).

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Os conflitos na África são consequências da divisão territorial estabelecida pelos colonizadores europeus, que não levaram em consideração as diferenças étnicas e culturais da população local, separando grupos étnicos que vivam em harmonia e colocando em uma mesma área, grupos rivais.

    Outro fator responsável para o desencadeamento dos conflitos no continente africano é o baixo nível socioeconômico de muitos países, fome, miséria, além da instalação de governos ditatoriais.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    a) Verdadeiro – O continente africano possui os países que apresentam as menores expectativas de vida do planeta. Entre eles estão: Serra Leoa (42,1 anos), Angola (42,1 anos) Ruanda (45,8 anos).

    b) Verdadeiro – A AIDS é o principal fator de mortalidade na África. O continente possui mais de 70% dos portadores mundiais do vírus HIV. A dimensão da epidemia é tão grande, que interfere nas projeções demográficas do continente. Nos 38 países mais afetados, a população em 2015, deverá ser 10% menor do que seria na ausência da enfermidade.

    c) Verdadeiro – Vários conflitos envolvendo grupos étnicos rivais são desencadeados no continente africano, ocasionando milhares de mortes e refugiados.

    d) Falso – Atualmente, as grandes potências europeias não estimulam conflitos no continente africano. Esse processo ocorreu na fase de colonização durante o século XIX, além do XX, em consequência da Guerra Fria.

    e) Verdadeiro – Os constantes conflitos internos, além da pobreza e “exclusão” do processo de globalização, provocam a emigração da população africana para outros países, em busca de trabalho e melhores condições de vida.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    a) Falso – O continente africano não possui nenhum país que invista de forma expressiva na produção e venda de armamentos.
      
    b) Falso – A África não participa de forma intensa do processo de globalização, pois seus índices econômicos são baixíssimos, portanto, não exerce papel importante nas relações dos blocos econômicos mundiais.

    c) Falso – Não há o interesse em constituir um espaço comum africano com o mesmo grupo étnico-linguístico cultural. Os conflitos separatistas entre diferentes grupos étnicos ocorrem em escala regional, não havendo a pretensão de um grupo dominar em  todo o continente.
     
    d) Verdadeiro – O principal fator responsável pelos conflitos no continente africano foi a divisão territorial estabelecida pelos colonizadores europeus, que não consideraram as diferenças étnicas e culturais da população local. Esse processo proporcionou, e ainda proporciona, uma série de conflitos entre grupos étnicos rivais.

    e) Falso – Não há diversidade de produtos industrializados na grande maioria dos países africanos, não sendo este, o motivo do surgimento dos conflitos entre os diferentes grupos étnicos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    a) Falso – O fim do Apartheid não rompeu as relações dos países europeus com a África do Sul.

    b) Falso – A Nigéria não tem apresentado ascensão, portanto, não é responsável por nenhum tipo de problema socioeconômico na África do Sul.

    c) Falso – O país não apresentou um extraordinário crescimento econômico  após o fim do Apartheid, não sendo motivo  de  problemas presentes na sociedade local.

    d) Falso – O principal obstáculo para a inserção do negro no mercado de trabalho, são as consequências de tantos anos da política racial (Apartheid), onde a maioria dos negros não possuem qualificação profissional, além dos maiores empregadores serem brancos.

    e) Verdadeiro – O fim do Apartheid não conseguiu estabelecer de forma expressiva a inclusão dos negros na economia. Após quase duas décadas de sua ocorrência, não foi possível promover uma política de inclusão da população negra nos meios de produção, persistindo vários problemas de ordem socioeconômica entre essas pessoas.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 5

    (01) Verdadeiro – Os colonizadores não respeitaram as antigas organizações tribais, realizando fronteiras com distintos grupos étnicos e culturais num mesmo território.

    (02) Verdadeiro – A descolonização dos países africanos promoveu o surgimento de novos países sobre a mesma base territorial construída pelos colonizadores europeus. Consequentemente, inúmeros conflitos étnicos pela disputa de poder foram desencadeados no interior desses territórios.



    (04) Falso – Os Estados Unidos e a União Soviética promoveram o financiamento de armamentos para os países africanos, fornecendo aparato técnico e financeiro para os distintos grupos de guerrilheiros. No entanto, esse processo ocorreu durante a Guerra Fria, ou seja, após a Segunda Guerra Mundial.   

    (08) Verdadeiro – A situação de fome e miséria de muitos países africanos é responsável pelo surgimento de conflitos armados.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • quarta-feira | 22/10/2014 | cleitom bruno ...

    porque as fronteiras dos paises africanos, são muitas vezes desencadeados de conflitos?

  • quinta-feira | 20/11/2014 | Ana Carolina
    1 0

    Pode-se dizer que muitos desses conflitos acontecem por conta das "Fronteiras Artificiais", que foram criadas à favor dos colonizadores, onde estes misturaram povos e/ou nações rivais em um mesmo território, para evitar que estes se juntassem contra os colonizadores. Com a saída dos colonizadores as "Fronteiras Artificiais" permaneceram, gerando ainda mais conflitos entres as nações rivais, os conflitos eram feitos para tomar posse do poder.





Brasil Escola nas Redes Sociais