Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre a Crise do Império Romano

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Crise do Império Romano e veja a resolução comentada.


Por Rainer Gonçalves Sousa
  • Questão 1

    Quais custos envolviam a proteção das fronteiras que formavam a extensão do Império Romano? E de que modo esses custos atrapalhavam o incremento de escravos na economia romana?

    ver resposta


  • Questão 2

    De que modo a diminuição na oferta de escravos afetou as grandes propriedades rurais romanas?

    ver resposta


  • Questão 3

    Em que medida a retração da economia romana determinava o enfraquecimento das defesas que cuidavam das fronteiras do território?

    ver resposta


  • Questão 4

    É possível empreender alguma relação entre a crise do Império Romano e a disseminação do cristianismo? Justifique sua resposta.

    ver resposta


  • Questão 5

    (OSEC) Sobre a ruralização da economia ocorrida durante a crise do Império Romano, podemos afirmar que:

    a) foi consequência da crise econômica e da insegurança provocada pelas invasões dos bárbaros;

    b) foi a causa principal da falta de escravos;

    c) proporcionou ao Estado a oportunidade de cobrar mais eficientemente os impostos;

    d) incentivou o crescimento do comércio;

    e) proporcionou às cidades o aumento de suas riquezas.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Ao longo do tempo, o governo tinha que gastar cada vez mais recursos para preservar os territórios conquistados com a formação de enormes exércitos de fronteira. Nesse contexto, a conquista de novas terras perdia espaço para a preservação dos territórios já dominados. Desta forma, o Império Romano passava a experimentar grandes dificuldades para obter um grande número de escravos, já que boa parte destes eram obtidos através de novas conquistas militares.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Com o passar do tempo, os grandes proprietários tiveram grandes dificuldades para comprar escravos. A falta desses trabalhadores no mercado impunha uma elevação de seu preço que acabava influindo nos custos de produção da propriedade. Com o passar do tempo, não mais podendo sustentar uma grande propriedade com muitos escravos, os donos de terra passaram a arrendar parte de seus domínios através do sistema de colonato.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Partindo do fato de que as atividades econômicas geravam renda em forma de imposto para o governo de Roma, observamos que o processo de retração estabelecia a diminuição dos recursos a serem utilizados na preservação das forças militares de fronteira. Dessa forma, as civilizações que faziam fronteira com o Império Romano tinham a oportunidade de adentrar os domínios e conquistar territórios.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Sim. Conforme tal religião tomava espaço, percebemos que a escravidão passou a ser vista como um tipo de prática contrária aos valores do cristianismo. Afinal de contas, na medida em que via o seu próximo como a um irmão, o indivíduo convertido ao cristianismo não mais aceitava a escravidão como prática aceitável.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 5

    Letra A. Na medida em que as invasões bárbaras se avolumavam e a quantidade de escravos diminuía, diversos donos de terras passaram a arrendar parte de suas propriedades para escravos libertos ou patrícios que saíam das cidades em busca de segurança e sustento no meio rural.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • segunda-feira | 17/11/2014 | Esther Silva

    adorei

  • quarta-feira | 30/11/2011 | Lucilene

    estou mi preparando para o vestibulae de historia na uespi

  • sábado | 19/11/2011 | sara

    mt bom o exercicio adorei





Brasil Escola nas Redes Sociais