Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre Geopolítica das Coreias

A instabilidade geopolítica das Coreias vem ganhando muito destaque e pode ser assunto dos próximos vestibulares.


Por Rodolfo F. Alves Pena
  • Questão 1

    Defina, em linhas gerais, a divisão entre Coreia do Norte e Coreia do Sul, caracterizando o regime político de cada país e suas principais frentes de alianças.

    ver resposta


  • Questão 2

    Leia o texto a seguir.

    Coreia do Sul pede mediação de Rússia e China para conter Norte

    O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Yun Byung-se, disse nesta quarta-feira (10) que pediu a mediação da Rússia e da China para tentar convencer a Coreia do Norte a encerrar suas provocações militares, em um momento de elevada tensão na Península Coreana.

    "Através de uma estreita colaboração com a Rússia e a China, o governo sul-coreano continua realizando esforços para persuadir a Coreia do Norte a mudar sua atitude", disse Yun durante um comitê parlamentar, em declarações divulgadas pela agência "Yonhap".

    G1, 10/04/2013. Coreia do Sul pede mediação de Rússia e China para conter Norte. Disponível em: G1. Globo

    A respeito do “momento de elevada tensão na Península Coreana”, mencionado no texto, assinale a alternativa correta:

    a) A tensão entre as Coreias se deve ao fato de o Sul, socialista, ameaçar a eclosão de uma guerra caso o Norte não ceda parte de seu território.

    b) A tensão mencionada no texto refere-se à instabilidade geopolítica estabelecida entre as Coreias após o Norte ter realizado novos testes nucleares e de ter ameaçado a eclosão de uma nova guerra entre os dois países caso o bloqueio econômico imposto pelos EUA e pela ONU não seja quebrado.

    c) O pedido da Coreia do Sul pela intervenção de Rússia e China deve-se ao fato desses dois países serem os maiores inimigos da Coreia do Norte, o que poderia desviar o foco desse país, que esqueceria seus inimigos do Sul.

    d) As “provocações militares” a que o texto se refere são as frequentes zombarias elaboradas pelo governo norte-coreano a fim de provocar uma instabilidade na relação entre os dois países, fazendo com que outras nações intercedam e combatam eventuais ataques realizados pela Coreia do Sul.

    e) A divisão entre as duas Coreias é apenas ideológica, haja vista que ambas fazem parte de um mesmo território político.

    ver resposta


  • Questão 3

    No dia 30 de Março de 2013, a Coreia do Norte declarou estar em estado de guerra. Explique o que significa essa postura no plano geopolítico internacional.

    ver resposta


  • Questão 4

    Observe o mapa abaixo e assinale a alternativa correta:

    Adaptado de Wikimedia Commons. Disponível em: Commons
    Adaptado de Wikimedia Commons. Disponível em: Commons

    O mapa indica:

    a) a zona de conflito entre as duas Coreias.

    b) os espaços de transporte clandestino de imigrantes norte-coreanos que deixam ilegalmente o país.

    c) a fronteira entre Coreia do Norte e Coreia do sul, estabelecida após o Armistício de Panmunjom, localizada no 38º paralelo.

    d) O projeto de um estreito marítimo que dividiria geograficamente as duas coreias e que seria utilizado para facilitar a navegação.

    e) A zona militar norte-coreana, cujos mísseis já estão apontados para os rivais sul-coreanos.

    ver resposta


  • Questão 5

    Sobre os eventos recentes que marcaram a postura política interna e externa da Coreia do Norte, assinale o que for INCORRETO.

    a) A Coreia do Norte vem desenvolvendo e ampliando seu arsenal militar nuclear, com a intenção de estabelecer um maior poderio no plano geopolítico internacional.

    b) O governo norte-coreano, recentemente, alertou para a possibilidade de realizar um ataque direto ao Japão. Caso isso aconteça, é provável a ocorrência de uma guerra internacional no continente asiático.

    c) O regime norte-coreano é comunista, visando ao fim das propriedades privadas e públicas dentro do país.

    d) A possibilidade de uma Guerra Nuclear entre as duas Coreias é pequena, uma vez que a radiação gerada por um eventual ataque militar afetaria os dois países em virtude da proximidade territorial entre eles.

    e) Não existem registros da existência de mísseis nucleares norte-coreanos que sejam capazes de atingir a Casa Branca dos Estados Unidos.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    A divisão da Coreia aconteceu após a Guerra das Coreias (1950-1953), que ocorreu em razão das disputas ideológicas e geopolíticas após a Segunda Guerra Mundial. Com isso, o país foi dividido em Coreia do Norte e Coreia do Sul, o primeiro adotando a busca pelo socialismo e o segundo, a consolidação da influência capitalista.

    A Coreia do Norte se caracterizou pela implantação de uma ditadura implacável, atualmente comandada por Kim Jong-Um. Observa-se que esse país há muito tempo se desviou do sistema socialista, caracterizando-se por um Estado capitalista de economia planificada. Seus principais aliados são China e Rússia.

    A Coreia do Sul caracteriza-se pela influência dos padrões capitalistas e é considerada um dos Tigres Asiáticos, sendo intensamente industrializada e aberta ao capital externo, sobretudo com a instalação de multinacionais. Os principais aliados da Coreia do Sul são os Estados Unidos, que instalaram bases militares no país e garantem apoio caso ocorra uma guerra entre as duas Coreias.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    a) Incorreta – Primeiramente, a Coreia do Sul não é socialista, mas sim capitalista. Em segundo lugar, as ameaças partiram da Coreia do Norte, e não foi para a concessão de territórios, e sim pelo fim das sanções econômicas impostas sobre o país.

    b) Correta – A realização de testes nucleares pela Coreia do Norte é um dos principais focos de tensão da península, além das constantes ameaças de guerra realizadas pela ditadura norte-coreana.

    c) Incorreta – Rússia e China, na verdade, são os dois grandes aliados da Coreia do Norte, de modo que a intervenção política por parte desses países poderia frear a postura agressiva dos norte-coreanos.

    d) Incorreta – As “provocações militares” são, na verdade, os testes nucleares realizados pela Coreia do Norte e a possibilidade da eclosão de uma guerra entre as duas nações.

    e) Incorreta – A divisão das Coreias, além de ideológica, é territorial e política, desde o final da Guerra das Coreias, em 1953.

    A resposta a ser assinalada é a letra (b).

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Ao declarar estar em estado de guerra, a Coreia do Norte decretou esperar pela eclosão de uma guerra contra a Coreia do Sul e Estados Unidos. Trata-se, também, de uma manobra política para forçar um posicionamento dos países inimigos sobre as suas exigências e solicitações.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    O mapa representa a zona fronteiriça entre as duas coreias, estabelecendo os limites territoriais de cada país, conforme fora acordado no Armistício de Panmunjom, ao final da Guerra das Coreias, em 1953, embora esse armistício jamais tenha sido assinado.

    Portanto, a alternativa correta é a letra (c).

    voltar a questão


  • Resposta Questão 5

    a) Correta – Os noticiários, no início de 2013, vêm informando a respeito da atividade nuclear dos norte-coreanos. O país realiza testes a fim de pressionar a comunidade internacional, sobretudo os EUA e a ONU, a fim de diminuírem as sanções internacionais impostas ao país.

    b) Correta – Caso um ataque norte-coreano seja realizado ao Japão, uma guerra fatalmente ocorreria entre os dois países. Além disso, Coreia do Sul e EUA também interviriam, obrigando a China, aliada da Coreia do Norte, a também entrar ou colaborar com o fornecimento de armamentos e tropas para os seus aliados.

    c) Incorreta – Não há comunismo na Coreia do Norte, apenas um estado capitalista de economia planificada.

    d) Correta – É sabido pelas autoridades dos dois países o perigo que representa o mau uso da tecnologia bélica nuclear, uma vez que a proximidade entre ambos significa o sofrimento mútuo pela radiação emitida por armas nucleares.

    e) Correta – De acordo com as informações existentes, a maior distância que um míssil norte-coreano poderia atingir seria o estado do Alasca, sendo impossível, por enquanto, atingir o território dos EUA.

    Portanto, a alternativa incorreta é a letra (c).

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas




Brasil Escola nas Redes Sociais