Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre os verbos ter e haver

O uso dos verbos “ter” e “haver” se encontra condicionado aos conhecimentos de que devemos dispor acerca da formalidade e informalidade da língua.


Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
  • Questão 1

    Para exercitar seus conhecimentos linguísticos, analise os enunciados abaixo descritos e, em seguida, responda ao que se pede:

    # Tem pessoas necessitando de auxílio nesta comunidade.

    # Há pessoas necessitando de auxílio nesta comunidade.

    a – Em se tratando da velha e boa estratégia de descobrir o sujeito da oração (fazendo uma pergunta ao verbo), explique por que “pessoas necessitando de auxílio” não pode representar tal termo (sujeito) do enunciado em questão.
     
    b - Com base nas elucidações evidenciadas na resposta primeira, teça um comentário acerca do emprego do verbo “haver” ora expresso na terceira pessoa do singular, sobretudo considerando o padrão formal da linguagem.

    ver resposta


  • Questão 2

    A seguir se evidencia uma das criações do nosso imortal escritor Carlos Drummond de Andrade, intitulada “No meio do caminho”. Após analisá-la, sua tarefa consistirá em registrar as impressões captadas acerca do uso do verbo “ter”, tendo em vista a necessidade de adequação ao padrão formal da linguagem, especialmente em se tratando de situações formais de interlocução.

    No meio do caminho tinha uma pedra 
    tinha uma pedra no meio do caminho 

    tinha uma pedra 

    no meio do caminho tinha uma pedra. 

     

    Nunca me esquecerei desse acontecimento 

    na vida de minhas retinas tão fatigadas. 

    Nunca me esquecerei que no meio do caminho 

    tinha uma pedra 

    tinha uma pedra no meio do caminho 

    no meio do caminho tinha uma pedra

    Carlos Drummond de Andrade

    ver resposta


  • Questão 3

    (Efoa – MG) Assinale a alternativa em que a oração se classifica como oração sem sujeito:

    a) Choveram rosas naquela manhã de maio.
    b) Muitos analfabetos havia na lista de eleitores.
    c) Naquele momento aconteceu o inesperado.
    d) Chegaram as encomendas do Rio de Janeiro.
    e) Apesar da crise, nem tudo está perdido.

    ver resposta


  • Questão 4

    Assinale a alternativa que contém a informação correta quanto ao sujeito das orações 1 e 2.

    1 – Existem homens loucos na rua.

    2 – Há homens sadios nos hospícios.

    a) oração sem sujeito – indeterminado.
    b) oração sem sujeito – homens sadios.
    c) homens loucos – homens sadios.
    d) homens loucos – oração sem sujeito
    e) indeterminado – oração sem sujeito

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    a – Nesse caso, é realmente adequado fazer a pergunta ao verbo, ora expressa por: O que tem nesta comunidade? Como resposta, obtém-se: Pessoas necessitando de auxílio.

    Contudo, vale mencionar que o termo em questão não assume a posição de sujeito, mas sim de objeto direto do verbo “ter”. Dessa forma, cabe afirmar que a razão pela qual o verbo se encontra demarcado na terceira pessoa do singular, diz respeito ao fato de se tratar de uma oração sem sujeito.Se o termo em evidência fosse o sujeito, aí sim o verbo deveria estar expresso na terceira pessoa do plural (têm).

    b – Como elucidado anteriormente, sobretudo por se tratar de uma oração sem sujeito, o emprego do verbo “haver”, ora expresso na terceira pessoa do singular, revela-se como uma ocorrência adequada aos padrões formais da linguagem, dada a condição de ele se apresentar como impessoal.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Partindo do princípio de que somos regidos por um padrão convencional, torna-se válido afirmar que o uso do verbo “ter”, embora expresso na terceira pessoa do singular, concebe-se como uma inadequação, haja vista que o conveniente seria a troca pelo verbo “haver”, também tido como impessoal. Contudo, em se tratando da licença poética, uma vez concebida aos desvios impressos nas manifestações artísticas de uma forma geral, torna-se relevante dizer que o emprego se faz justificado.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    a) Alternativa incorreta. Como o verbo “chover” foi empregado, neste contexto, de forma metafórica, tem-se que o sujeito da oração é representado pelo termo “rosas”.
    b) Alternativa correta, haja vista se tratar da condição de o verbo “haver” ser tido como impessoal, uma vez revelando o sentido de “existir”.
    c) Alternativa incorreta. O termo “o inesperado” representa o sujeito da oração em pauta, portanto ela não se classifica como uma oração sem sujeito.
    d) Alternativa incorreta. “As encomendas”, em se tratando desse contexto, representa o sujeito da oração em evidência.
    e) Alternativa incorreta. Ao analisarmos a oração em pauta, descobrimos ser o termo “nem tudo” o sujeito que a ela se atribui.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    a) Alternativa incorreta, haja vista se tratar da seguinte classificação: 1ª oração: sujeito simples – homens loucos; e 2ª oração: oração sem sujeito, em razão de o verbo “haver” ser tido como impessoal (denotando o sentido de “existir”).

    b) Alternativa incorreta, por se tratar da seguinte classificação: sujeito simples e oração sem sujeito.

    c) Alternativa incorreta, dada a classificação referente a sujeito simples e oração sem sujeito.

    d) Alternativa correta, adequada ao enunciado que ora se pede.

    e) Alternativa incorreta, por se tratar de um sujeito simples – homens loucos; e uma oração sem sujeito, na verdade.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas




Brasil Escola nas Redes Sociais