Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre semântica

Os exercícios sobre semântica apresentarão as diferenças nos significados das palavras, principal objeto de estudo dessa área da linguística.


Por Luana Castro Alves Perez
  • Questão 1

    (UFPB-2010) Quanto à organização sintático-semântica do fragmento “Ninguém ama tanto a vida como a pessoa que envelhece”, é correto afirmar:

    a) As formas verbais “ama” e “envelhece” exigem complemento.

    b) O conectivo “como” introduz oração que expressa ideia de conformidade.

    c) Os termos “Ninguém” e “vida” exercem a mesma função sintática.

    d) A forma verbal “envelhece” tem como complemento o termo “pessoa”.

    e) A oração “que envelhece” expressa ideia de restrição.

    ver resposta


  • Questão 2

    (UFRJ) Esparadrapo

    Há palavras que parecem exatamente o que querem dizer. “Esparadrapo”, por exemplo. Quem quebrou a cara fica mesmo com cara de esparadrapo. No entanto, há outras, aliás de nobre sentido, que parecem estar insinuando outra coisa. Por exemplo,“incunábulo*”.

    QUINTANA, Mário. Da preguiça como método de trabalho. Rio de Janeiro, Globo. 1987. p. 83.

    *Incunábulo: [do lat. Incunabulu; berço]. Adj. 1- Diz-se do livro impresso até o ano de 1500./ S.m. 2 – Começo, origem.

    A locução “No entanto” tem importante papel na estrutura do texto. Sua função resume-se em:

    a) ligar duas orações que querem dizer exatamente a mesma coisa.

    b) separar acontecimentos que se sucedem cronologicamente.

    c) ligar duas observações contrárias acerca do mesmo assunto.

    d) apresentar uma alternativa para a primeira ideia expressa.

    e) introduzir uma conclusão após os argumentos apresentados.

    ver resposta


  • Questão 3

    Indique a alternativa na qual as palavras completam, corretamente, os espaços das frases abaixo.

    O adultério foi _____________________ do Código Penal.

    O congestionamento na Avenida Paulista paralisou o _____________________ de veículos por duas horas.

    Ao beber e dirigir, o condutor está ___________________ as leis de trânsito.

    Os condenados foram presos em ____________________ ao tentarem assaltar uma residência.

    a) descriminado – tráfego – infringindo – flagrante

    b) descriminado – tráfico – infringindo – fragrante

    c) discriminado – tráfego – infligindo – fragrante

    d) descriminado – tráfego – infligindo – flagrante

    e) discriminado – tráfico – infligindo – fragrante.

    ver resposta


  • Questão 4

     1) Os pacientes não entenderam o por que da demora no atendimento.

    2) Por que todos os voos programados para hoje foram cancelados?

    3) Porque chovia torrencialmente, todos os voos programados para hoje foram cancelados.

    4) Entenda o porquê de tantos movimentos sociais no ano de 2013.

    5) Não ir à aula hoje? Por quê?

    Quanto ao emprego dos “porquês”, as expressões destacadas estão empregadas de maneira correta em:

    a) 1, 2, 3, 4 e 5.

    b) 2, 3, e 5.

    c) 2, 3, 4 e 5.

    d) apenas 1 e 4.

    e) 2, 4 e 5.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Alternativa “e”. A oração “que envelhece” é uma oração subordinada adjetiva restritiva, pois explicita que as pessoas que não envelhecem não amam tanto a vida, somente as que envelhecem.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

     Alternativa “c”. A locução “no entanto” tem importante papel na estrutura do texto por ligar duas observações contrárias acerca do mesmo assunto. O poeta nos diz que algumas palavras se parecem realmente com seu significado, enquanto outras parecem insinuar outras significações, que é o caso de “esparadrapo” e “incunábulo”.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

     Alternativa “a”. A sequência correta está composta por palavras parônimas, ou seja, palavras que apresentam significados diferentes, embora sejam muito parecidas na escrita e na pronúncia. Descriminar (inocentar) e discriminar (distinguir, diferenciar); tráfico (contravenção) e tráfego (trânsito); infringir (transgredir a lei) e infligir (aplicar pena); flagrante (ato evidenciado no momento em que acontece) e fragrante (relativo a perfume, aroma).

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “c”. O uso dos “porquês” foi corretamente empregado na alternativa c. Na frase de número 2, por que pode ser substituído pela expressão por qual, indicando assim uma pergunta. Na frase de número 3, porque é uma conjunção causal explicativa, estando então corretamente empregada. Na frase de número 4, o porquê é um substantivo, podendo ser substituído pela palavra motivo. Na frase número 5, o por quê acentuado está posposto a um sinal de pontuação, no caso, um ponto de interrogação, e, por esse motivo, deve ser separado e acentuado. 

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas




Brasil Escola nas Redes Sociais