Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre a Guerra dos Mascates

Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Guerra dos Mascates e veja a resolução comentada.


Por Rainer Gonçalves Sousa
  • Questão 1

    Estabeleça a diferença política e econômica entre Recife e Olinda no século XVIII.

    ver resposta


  • Questão 2

    (FUVEST) A chamada Guerra dos Mascates, ocorrida em Pernambuco, em 1710, deveu-se:

    a) ao surgimento de um sentimento nativista brasileiro, em oposição aos colonizadores portugueses.

    b) ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda, menosprezados pelos portugueses.

    c) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e à aristocracia rural de Olinda pelo controle da mão de obra escrava.

    d) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda, cujas relações comerciais eram, respectivamente, de credores e devedores.

    e) a uma disputa interna entre grupos de comerciantes, que eram chamados depreciativamente de mascates.

    ver resposta


  • Questão 3

    Qual situação foi determinante para que a tensão entre os aristocratas de Olinda e os comerciantes de Recife resultasse na deflagração de uma guerra?

    ver resposta


  • Questão 4

    Qual foi o desfecho da Guerra dos Mascates?

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Com a saída dos holandeses do nordeste, percebemos que os aristocratas de Olinda enfrentavam grandes dificuldades para empreender o desenvolvimento da economia açucareira na região. Apesar das dificuldades, os senhores de engenho de Olinda mantinham o controle político dessa região ao ocupar os principais cargos. Em contrapartida, os comerciantes de Recife, apesar do bom desempenho econômico e de emprestarem dinheiro aos proprietários de terra, eram politicamente subordinados às leis que partiam de Olinda.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra D. Ao longo do tempo, vemos que os aristocratas de Olinda se sentiam ameaçados pelos comerciantes portugueses de Recife, aos quais deviam grandes quantias em dinheiro. Assim que os comerciantes buscaram a sua autonomia política em relação a Olinda, os grandes proprietários de terra se mobilizaram militarmente afim de que tal situação não se concretizasse.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    No ano de 1709, a administração colonial portuguesa acatou o pedido dos comerciantes de Recife, que exigiam a emancipação da cidade. Ao saber da notícia da emancipação recifense, os proprietários de Olinda acreditaram que seus credores teriam condições legais de implementar leis que exigissem a cobrança das dívidas que tinham a receber. Desse modo, os aristocratas mobilizaram forças a fim de que tal situação fosse revertida através de um conflito direto.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Mantendo a sua decisão, a Coroa Portuguesa apoiou as ações repressoras de Félix José Machado, que havia sido nomeado como novo governador do Recife. Logo em seguida, o governo português fez com que a cidade de Recife fosse transformada em capital de Pernambuco, o que acabou sacramentando a inferioridade de Olinda em relação à nova cidade emancipada.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • domingo | 02/09/2012 | Alane

    Gostei:)





Brasil Escola nas Redes Sociais