Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre Alianças na Segunda Guerra Mundial

Teste seus conhecimentos sobre as alianças ocorridas antes e durante a Segunda Guerra Mundial através de exercícios comentados.


Por Tales dos Santos Pinto
  • Questão 1

    A Segunda Guerra Mundial foi o maior conflito militar da história da humanidade, envolvendo países de quatro continentes. Os participantes se aliaram em dois grandes grupos, os Aliados e os Países do Eixo. Sobre este último é correto afirmar que os países que o compunham eram:

    a)      Alemanha, URSS e China.

    b)      Alemanha, Japão e Itália.

    c)      Itália, EUA e Japão.

    d)     Japão, URSS e Itália.

    e)      Alemanha, Itália e China.

    ver resposta


  • Questão 2

    Apesar de grandes batalhas terem ocorrido entre alemães e soviéticos durante a Segunda Guerra Mundial, os dois países, Alemanha e URSS, estabeleceram durante algum tempo um pacto militar. Responda sucintamente qual o nome do pacto entre os dois países e seus principais objetivos.

    ver resposta


  • Questão 3

    (UnB-DF) Julgue os itens a seguir como corretos ou falsos.

    A Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945) é antecipada por uma série de conflitos e pactos e, entre esses, destaca(m)-se:

    a)      a invasão da Etiópia pelas tropas da Alemanha em 1935/1936.

    b)      o flagrante apoio de Hitler e Mussolini à Falange fascista do General Franco, na Guerra Civil Espanhola.

    c)      a invasão da China pelas tropas japonesas, que dominam regiões de grande importância econômica.

    d)     a assinatura do Pacto Anto-Komintern, entre Estados Unidos, Inglaterra e França, que assinalava a unidade de esforços visando a conter o avanço de Stalin.

    e)      a anexação da Áustria e dos Sudetos pela Alemanha em 1938, e da Albânia pela Itália, em 1939.

    f)       a conferência de Munique, em 1938, na qual a Inglaterra e a França impedem o avanço alemão, o que serve de pretexto para o início da Segunda Guerra.

    g)      o pacto Germano-Soviético, em agosto de 1939, que garante a neutralidade da Rússia e prepara o caminho para a invasão da Polônia.

    ver resposta


  • Questão 4

    (ENEM 2008) Em discurso proferido em 17 de março de 1939, o primeiro-ministro inglês à época, Neville Chamberlain, sustentou sua posição política: Não necessito defender minhas visitas à Alemanha no outono passado, que alternativa existia? Nada do que pudéssemos ter feito, nada do que a França pudesse ter feito, ou mesmo a Rússia, teria salvado a Tchecoslováquia da destruição. Mas eu também tinha outro propósito ao ir até Munique. Era o de prosseguir com a política por vezes chamada de “apaziguamento europeu”, e Hitler repetiu o que já havia dito, ou seja, que os Sudetos, região de população alemã na Tchecoslováquia, eram a sua última ambição territorial na Europa, e que não queria incluir na Alemanha outros povos que não os alemães.

    Sabendo-se que o compromisso assumido por Hitler em 1938, mencionado no texto acima, foi rompido pelo líder alemão em 1939, infere-se que:

    a)      Hitler ambicionava o controle de mais territórios na Europa, além da região dos Sudetos.

    b)      a aliança entre a Inglaterra, a França e a Rússia poderia ter salvado a Tchecoslováquia.

    c)      o rompimento desse compromisso inspirou a política de “apaziguamento europeu”.

    d)     a política de Chamberlain de apaziguar o líder alemão era contrária à posição assumida pelas potências aliadas.

    e)      a forma que Chamberlain escolheu para lidar com o problema dos Sudetos deu origem à destruição da Tchecoslováquia.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Letra b. Os Países do Eixo eram Alemanha, Japão e Itália. Essa aliança também era conhecida como Eixo Roma-Berlim-Tóquio.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    O pacto foi nomeado de Pacto Germano-Soviético, cujos objetivos previam a não agressão entre os dois países e a neutralidade em caso de conflitos. Além disso, o compromisso permitia aos soviéticos a anexação dos Estados Bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia), da Finlândia e de parte da Polônia oriental e, em troca, os alemães poderiam anexar Dantzig, na Polônia. Esse pacto representou a colocação em segundo plano das diferenças políticas e ideológicas existentes entre os governantes dos dois países.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Corretos são os itens b, c, e, g. Falsos são os itens a, d, f.

    Sobre os itens falsos: Em“a”, o país que invadiu a Etiópia foi a Itália, e não a Alemanha; em “d”, não foram Estados Unidos, Inglaterra e França que assinaram o Pacto Anti-Komintern, e sim Alemanha, Itália e Japão; em “f”, Inglaterra e França não impediram o avanço da Alemanha, mas sim aceitaram a anexação dos Sudetos na Tchecoslováquia, além do mais o pretexto para o início da guerra foi a invasão da Polônia.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Item a. A região dos Sudetos foi apenas um dos territórios ambicionados por Hitler, sendo que as invasões de outros territórios após o Tratado de Munique deram origem à Segunda Guerra Mundial.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • quarta-feira | 01/01/2014 | Erico

    Bom

  • domingo | 21/07/2013 | Jessyca Andrade

    muito bom...



Brasil Escola nas Redes Sociais