Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre a Crise do Petróleo de 1973

A Crise do Petróleo de 1973 foi o resultado principalmente de um boicote aos países que apoiaram Israel na guerra do Yom Kippur.


Por Tales dos Santos Pinto
  • Questão 1

    (UFMG) Sobre pressão do cartel de produtores de petróleo, a Opep, o preço do produto, então baixo e, em termos reais, caindo desde a guerra, mais ou menos quadruplicou em 1973. [...] Na verdade, a gama real de flutuações foi ainda mais sensacional: em 1970 o petróleo era vendido ao preço médio de 2,53 dólares o barril, mas no fim da década de 1980, o barril valia 41 dólares.

    HOBSBAWM, Eric J. A era dos extremos. O breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das letras, 1995. p. 549.

    Considerando-se a chamada crise do petróleo de 1973 e seus impactos, é INCORRETO afirmar que:

    1. a origem da crise foi o embargo da Opep à exportação de petróleo, cuja intenção era pressionar pela desocupação do Canal de Suez.
    2. essa crise é um dos fatores que explicam a recessão econômica e o aumento do desemprego nos países centrais, em meados da década de 1970.
    3. o incremento dos preços gerou o enriquecimento súbito dos exportadores árabes e o excesso de recursos nas mãos desse grupo resultou no fenômeno dos petrodólares.
    4. os países prejudicados pelo encarecimento do petróleo responderam com várias medidas, que abrangeram do racionamento de combustíveis à pesquisa de fontes energéticas alternativas.

    ver resposta


  • Questão 2

    (Vunesp-SP) O petróleo não é uma matéria-prima renovável e precisou de milhões de anos para sua criação. A maioria dos poços encontra-se no Oriente Médio, na Antiga URSS e nos Estados Unidos. Sua importância aumentou desde meados do século XIX, quando era usado na indústria e hoje é um dos grandes fatores de conflitos no Oriente Médio. Aponte as três primeiras grandes crises do petróleo nos últimos anos.

    1. A primeira foi em 1973, quando os EUA tentaram invadir Israel para dominar os poços de petróleo desse país; a segunda foi em 1979, quando foi criado o Estado da Palestina e eclodiu o conflito com a Arábia Saudita; a terceira foi em 1991, quando começou a guerra do Iraque.
    2. A primeira foi em 1973, quando houve uma crise de produção no Oriente Médio, levando ao aumento do preço dos barris de petróleo no mundo todo; a segunda foi em 1979, quando o Kuwait se recusou a vender petróleo aos EUA; a terceira foi em 1991, quando começou a guerra dos EUA com o Afeganistão.
    3. A primeira foi em 1973, devido ao conflito árabe-israelense; a segunda em 1979, quando os árabes diminuíram a produção de barris; a terceira em 1991, que acabou gerando a Guerra do Golfo, quando o Iraque invadiu o Kuwait.
    4. A primeira foi em 1973, quando o Iraque invadiu a Palestina; a segunda foi em 1979, período de baixa produção de petróleo no Oriente Médio; a terceira foi em 1991, devido à Guerra do Golfo.
    5. A primeira foi em 1973, quando vários países do mundo exigiram a fundação da Opep para controlar o preço dos barris de petróleo; a segunda foi em 1979, quando se deu o conflito árabe-israelense; e a terceira foi em 1991, quando teve início a guerra da Palestina.

    ver resposta


  • Questão 3

    A crise do petróleo de 1973 foi deflagrada após o conflito árabe-israelense do Yom Kippur e o embargo dos países que produziam a matéria-prima aos países que a consumiam e que tinham apoiado os israelenses no referido conflito. Qual o nome da organização que congrega os países produtores de petróleo?

    1. ONU
    2. NAFTA
    3. OPEP
    4. ALCA
    5. Commonwealth

    ver resposta


  • Questão 4

    Sobre a crise do petróleo de 1973, leia as afirmativas abaixo:

    I - Em 1973, o valor do barril se manteve estável por meses, causando imensos prejuízos aos exportadores de petróleo;

    II - A crise entre os produtores orientais de petróleo e o bloco capitalista piorou com o estouro da Guerra do Yom Kippur, resultando no aumento do preço do barril;

    III – Após a guerra do Yom Kippur, as nações árabes vizinhas a Israel, produtoras de petróleo, organizaram um boicote contra toda a nação que apoiasse a causa dos israelenses.

    Indique a alternativa:

    1. se apenas a afirmativa I estiver correta.
    2. se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.
    3. se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.
    4. se apenas a afirmativa III estiver correta.
    5. se todas as alternativas estiveram corretas.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Letra A. A Opep embargou a exportação de petróleo como retaliação ao apoio de alguns países a Israel durante a Guerra do Yom Kippur, em que o Canal de Suez era uma das áreas em disputa, e não para desocupar o Canal.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra C. A Guerra do Yom Kippur de 1973 levou os árabes a boicotarem a venda do produto, aumentando o preço. A partir daí, os conflitos no Oriente Médio sempre resultaram em alterações na produção e preços do produto, aumentando o poder de barganha da Opep, cujos países árabes detêm amplo poder de decisão. A instabilidade política no Irã, com a Revolução Islâmica em 1979, resultou na segunda crise. E a invasão do Kuwait pelo Iraque e a consequente Guerra do Golfo também foram motivos para uma nova crise nos preços do produto.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra C. A Opep é a Organização dos países exportadores de petróleo, que por congregar os principais produtores, consegue controlar o preço do produto.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra C. O estouro da guerra resultou no aumento dos preços do barril de petróleo, principalmente em decorrência do boicote aos países ocidentais que apoiaram os israelenses. A afirmativa I está incorreta por afirmar que houve estabilidade nos preços.

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas


Brasil Escola nas Redes Sociais