Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Exercícios sobre concentração dos íons em solução

A concentração dos íons em soluções pode ser determinada se soubermos as fórmulas das substâncias dissolvidas em água e a molaridade de suas soluções.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
  • Questão 1

    As concentrações em mol/L dos íons Ca2+ e OH- em uma solução aquosa de 0,01 mol/L de Ca(OH)2 são, respectivamente:

    1. 0,01 e 0,01

    2. 0,01 e 0,02

    3. 0,02 e 0,02

    4. 0,02 e 0,01

    1. 0,03 e 0,03

    ver resposta


  • Questão 2

    Uma solução aquosa de sulfato de alumínio, Al2(SO4)3, foi preparada de modo que cada 100 mL de solução tivesse 68,4 g do sal dissolvido a 20ºC. Sabendo que nessa temperatura o grau de dissociação α% do sulfato de alumínio é igual a 60%, a concentração em quantidade de matéria (em mol/L) dos íons Al3+(aq) e SO2-4(aq), respectivamente, é de:

    1. 4,0 e 6,0

    2. 2,0 e 3,0

    3. 2,4 e 3,6

    4. 2,0 e 6,0

    1. 4,5 e 5,6

    ver resposta


  • Questão 3

    (Fatec-SP) A tabela abaixo mostra o resultado da análise de todos os íons presentes em 1 L de uma solução aquosa, desprezando-se os íons H+ e OH provenientes da água. Com base nos dados apresentados e sabendo que toda solução é eletricamente neutra, podemos afirmar que a concentração molar dos íons Mg2+ é:

     

    a) 0,4

    b) 0,5

    c) 0,6

    d) 1,0

    e) 1,2

    ver resposta


  • Questão 4

    (UFSCar-SP) Uma "água dura" contém íons Ca2+ e Mg2+, que interferem na ação do sabão e deixam um resíduo nas paredes de tanques e caldeiras. É possível "amolecer" uma "água dura" adicionando-se substâncias que retiram estes íons e liberam, em seu lugar, íons Na+. Se uma "água dura" contém 0,010 mol/L de Ca2+ e 0,005 mol/L de Mg2+, quantos mols de Na+ são necessários para substituir os íons de cálcio e magnésio em 1,0 . 103 L desta água?

    a) 10.         b) 15.         c) 20.         d) 30.           e) 40.

    ver resposta




Respostas


  • Resposta Questão 1

    Alternativa “b”.

    Primeiro escrevemos a equação iônica devidamente balanceada:

                       Ca(OH)2   →    Ca2+   +     2 OH-
    Proporção:    1 mol          1 mol           2 mol
    Solução:     0,01 mol/L   0,01 mol/L   0,02 mol/L

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Alternativa “c”.

    Primeiro precisamos descobrir a concentração em quantidade de matéria (mol/L) do sal, Al2(SO4)3, na solução:

    M = ____m1__
                 MM . V
    M = _____68,4 g________
              (342 g/mol) . ( 0,1 L)
    M = 2,0 mol/L

    Agora podemos descobrir a concentração de cada íon na solução:

                        Al2(SO4)3(aq)   →   2 Al3+(aq)   +   3 SO2-4(aq)
    Proporção:      1 mol                 2 mol             3 mol
    Solução:     2,0 mol/L             4,0 mol/L      6,0 mol/L

    No entanto, o grau de dissociação (α%) do sulfato de alumínio é igual a 60%:

    4,0 mol/L de Al3+(aq)   ----------------  100 %
                          x------------------------ 60%
                                x = 60 . 4,0  → x = 2,4 mol/L de íons Al3+(aq)   
                                         100

    6,0 mol/L de SO2-4(aq)   ----------------  100 %
                          x------------------------ 60%
                                x = 60 . 6,0  → x = 3,6 mol/L de íons SO2-4(aq)
                                        
    100

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Alternativa “c”.

    Vamos primeiro escrever todas as equações de dissociação ou ionização:

    1 HNO3(aq)  → 1 H+(aq) + 1 NO-3(aq)

    1 H2SO4(aq)  → 2 H+(aq) + 1 SO2-4(aq)

    1 NaOH(aq)  → 1 Na+(aq) + 1 OH-(aq)

    1 Mg(OH)2(aq)  → 1 Mg2+(aq) + 2 OH-(aq)

    Agora estabelecemos as proporções pelas concentrações dadas:

                         1 HNO3(aq)  → 1 H+(aq) + 1 NO-3(aq)
    Proporção:    1 mol             1 mol           1 mol
    Solução:     0,5 mol/L         0,5 mol/L  0,5 mol/L

                     1 H2SO4(aq)  → 2 H+(aq) + 1 SO2-4(aq)
    Proporção:    1 mol             2 mol           1 mol
    Solução:     1,5 mol/L         1,5 mol/L  0,75 mol/L

                      1 NaOH(aq)  → 1 Na+(aq) + 1 OH-(aq)
    Proporção:    1 mol             1 mol           1 mol
    Solução:     0,8 mol/L         0,8 mol/L  0,8 mol/L

    Observe que a solução é neutra e que temos até o momento 2,0 mol/L (0,5 + 1,5) de íons H+. Assim, é preciso a mesma concentração de íons OH-. Até agora só temos 0,8 mol/L destes ânions, para completar 2,0 mol/L ainda faltam 1,2, que é a concentração dos íons da dissociação iônica do Mg(OH)2(aq)  .

    Agora, sabendo a proporção e a concentração dos íons OH- na equação iônica abaixo, é possível descobrir a concentração em mol/L dos íons Mg2+:

                    1 Mg(OH)2(aq)  → 1 Mg2+(aq) + 2 OH-(aq)
    Proporção:    1 mol             1 mol           2 mol
    Solução:     0,6 mol/L         0,6 mol/L  1,2 mol/L

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “d”.

    0,010 mol/L de íons Ca2+(aq) ------ 1 L de solução
                                   x---------------- 1,0 . 103 L de solução
    x = 1,0 . 103 . 0,010
                     1
    x = 10 mol de íons Ca2+(aq)

    0,005 mol/L de íons Mg2+(aq) ------ 1 L de solução
                                   y---------------- 1,0 . 103 L de solução
    y = 1,0 . 103 . 0,005
                     1
    y = 5 mol de íons Mg2+(aq)

    Total de íons bivalentes a serem substituídos: 10 + 5 = 15 mol.

    Como o sódio, Na+, é monovalente, será necessário o dobro de íons desse elemento para substituir os íons Ca2+ e Mg2+, portanto, serão necessários 30 mol de íons Na+(aq).

    voltar a questão


Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas




Brasil Escola nas Redes Sociais